Por: Anderson Favero | 2 meses atrás

O Oeste catarinense responde por 76% de todo o leite produzido no estado. Em uma trajetória crescente, a região ganhou destaque nacional, recentemente, quando Santa Catarina se tornou o quarto estado no ranking dos maiores produtores do país, com 2,4 bilhões de litros (IBGE).

Tendo em vista a importância deste segmento, a Efapi 2017 proporciona aos produtores oestinos, a proximidade com o que há de melhor em termos de genética e produtividade, com a exposição de raças voltadas exclusivamente para a produção de leite.

Nesse contexto, o Torneio Leiteiro, que iniciu na quinta-feira (13), é um dos momentos mais aguardados. A competição irá premiar os animais com maior capacidade produtiva nas raças Jersey e Holandesa.

– Conseguimos trazer para esta edição da Feira os melhores animais do estado dentro dessas raças. São representantes puros, com a genética melhorada e alta capacidade para produzir – explica o presidente do Núcleo de Criadores de Bovinos de Chapecó, Rosalvo João Bertoli, responsável pela organização da competição.

Competição

Ao todo, 15 animais irão concorrer na competição. Eles serão ordenhados duas vezes ao dia, às 7h e às 19h, na quinta e na sexta-feira, totalizando quatro ordenhas por animal.

A competição é por raça e, dentro de cada raça, os competidores serão separados por idade: até 36 meses, que são consideradas jovens, e acima dos 36 meses, animais considerados adultos.

Caberá a uma comissão, na sexta-feira, anunciar os vencedores de cada categoria após contabilizar e comparar a quantidade de leite produzido por cada animal.

Além do reconhecimento, eles receberão troféus e brindes de empresas apoiadoras do evento.

Em clima de reta final, na sexta-feira, também inicia a competição de animais, que irá premiar o melhor criador, melhor expositor e os animais que mais se destacaram nesta edição da Efapi.

Ovinos

Nesta semana, o público que visitou o Pavilhão dos Ovinos foi presenteado com o nascimento de uma cabra da raça Alpina Americana. No total, são 66 ovinos de oito raças e outros 22 caprinos de quatro raças em exposição.

O presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos Leiteiros (ABCOL), Anderson Elias Bianchi, destaca o trabalho de melhoramento genético aplicado nas propriedades e  ressalta que a intenção é valorizar os produtores.

– Procuramos trazer criadores que vivem do negócio para que possamos impulsionar o desenvolvimento da atividade – explicou.

Durante a feira, também estão sendo vendidos reprodutores e matrizes para a formação e melhoramento do rebanho. A expectativa dos organizadores é comercializar todos os animais expostos. Alguns podem custar até cinco mil reais.

Cavalo Quarto de Milha

No feriado do Dia das Crianças, a Efapi recebeu a exposição de cavalo Quarto de Milha e prova três tambores que encerram no domingo (15). Organizada pelo Núcleo Catarinense de Criadores do Cavalo Quarto de Milha (NCQM), as provas atraem em torno de 50 animais e competidores oriundos do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O Núcleo está presente na EFAPI há 24 anos.