Por: Marina Schielke | 05/02/2018

O Extremo-Oeste catarinense é a parte do estado que está mais adiantada com o Cadastro Ambiental Rural (CAR). 94% dos produtores já possuem a sua situação regularizada. Ao todo, 83% dos produtores rurais de Santa Catarina possuem o Cadastro e uma das maiores adesão do Brasil.

A população tem até o dia 31 de maio para regularizar a situação do CAR, após decreto divulgado em dezembro de 2017. O maior problema do estado é na região Metropolitana, onde apenas 61% das pessoas possuem o Cadastro. A coordenadora do programa ambiental da Epagri, Janaína Corrêa explica que “a maioria dos imóveis não cadastrados se encontram na região litorânea e provavelmente são de proprietários que não residem nos imóveis ou são áreas que pertencem a empresas”.

Os últimos dados referentes aos cadastros do CAR são de dezembro de 2017. Três regiões possuem quase 100% dos terrenos cadastrados. Ainda faltam completar a região Nordeste e Centro-Oeste.  São vários os órgãos responsáveis pelo cuidado com os cadastros e monitoramento em Santa Catarina, algumas delas são as secretarias do Estado do Desenvolvimento Sustentável, da Casa Civil, da agricultura e Pesca. Epagri, Fatma, Policia Militar Ambiental e outras entidades vinculadas ao meio rural.

O que é o CAR

O Cadastro Ambiental Rural-CAR é obrigatório para todos os produtores rurais brasileiros. O registro público eletrônico tem como finalidade integrar informações ambientais das propriedades e posses rurais. A propriedade deve ser cadastrada, independente do tamanho do terreno.

Os dados são utilizados para a supervisão. Desta forma as informações das posses rurais referentes às Áreas de Preservação Permanente – APP ajudam no controle das florestas remanescentes e demais vegetações nativas, através do monitoramento das áreas.

Obter o cadastro auxilia como um instrumento para o planejamento do imóvel rural e comprovar a regularidade ambiental da propriedade. Após o fim do prazo de registro, o CAR também será obrigatório para concessão de crédito agrícola.