Por: Nelson Pedroso | 07/02/2018

As ocorrências de roubo em Chapecó estão caindo em números absolutos. Se compararmos dezembro de 2017 com 62 casos de roubo. Em janeiro de 2018 com 16, estamos dentro de um quadro absurdamente positivo.

Segundo relatório da Policia Militar, o trabalho feito com agilidade, está dando respostas positiva e os números de roubos em residência, comércio e a pessoas em via pública, diminuindo. Como no caso ocorrido na madrugada desta terça feira (06) no UPA da Rua Sete de setembro, quando 03 pessoas foram presas, dois homens de 19 e 22 anos e um adolescente de 16 anos, como diz o relatório.

A ocorrência no UPA

Tudo começou quando a Polícia Militar foi acionada para a ocorrência, obtendo a informação de que havia sido subtraído um veiculo Toyota Corolla e perfumaria, e que no momento do crime, realizaram um disparo em direção à vítima. De imediato, guarnições do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) e Radiopatrulha do 2ºBPM/Fron iniciaram buscas, até que uma guarnição do PPT localizou e abordou, na região da Linha Palmeiras, dois dos três autores, que estavam em posse do veículo roubado.

Posteriormente, após levantamento de informações, policiais militares foram até a rua João Aurélio Turatti, bairro são Pedro, onde chegando à residência, abordaram o outro autor do roubo, com o qual foi localizada a arma usada no crime, sendo um revolver calibre .38, marca Taurus, com seis munições intactas além de mais cinco munições do mesmo calibre em seu bolso. Foram ainda localizadas na casa 81 pedras de crack, 16 gramas de maconha além de um pé de maconha, 79 reais em espécie, quatro celulares e duas tocas balaclavas. A guarnição do canil também auxiliou na ocorrência com o cão farejador.”

Os números e as prisões

Nos últimos 05 meses o numero vem caindo sistematicamente, como mostra os dados.

Agosto 2017 – 63, Setembro 2017 – 62, Outubro 2017 – 42, Novembro 2017 – 38, Dezembro 2017 – 21, Janeiro de 2018-16

Segundo o comando do 2º BPM/Fron, não é mágica, mas sim empenho e determinação em cada atendimento, em cada busca por autores de roubo (em todo o trabalho para evitar que aconteçam – rondas, operações, abordagens, etc)
“Um dos motivos da redução é que foram realizadas muitas prisões e apreensões de autores de roubo, principalmente pela Polícia Militar, o que vai fazer com que os números permaneçam baixos até que esses estejam presos ou sujam outros autores. Torçamos que este fiquem presos pelo menos o mínimo da pena para roubo, que vai de 04 a 10 anos (Art. 157 do CP).” Diz o relatório.
No último caso citado da UPA da sete de Setembro, a vitima foi um homem de 31 anos. Ele foi ao local fazer uma consulta.Os autores presos tem histórico Policial. O adolescente de 16 anos (passagens por tráfico, desacato e ameaça); o homem de 19 anos (passagens por Roubo, Latrocínio, Furto); e o homem de 22 anos (passagens por lesão corporal, receptação e roubo).

Após intensas buscas e detenção, todos os envolvidos. Tudo foi entregue na Central de Plantão Policial (CPP) de Chapecó para as providências cabíveis.